Imagens

Expo Milão 2015

Compartilhe

Milão – Itália, 2014

Proposta de projeto para concurso internacional

Um pavilhão de exposições é um edifício cuja duração é pré-determinada, possui assim um caráter temporal distinto da maioria dos tipos de objeto construído. O tempo determina, portanto sua concepção e é da observação do tempo que se estabelece também o percurso no qual o ser humano age para usufruir dos seus espaços.

Conceber espaços dessa natureza requer o resgate de fundamentos da arquitetura: a esplanada, a praça coberta, a caixa elevada, a espiral, elementos de projeto que qualificam um percurso.

Os espaços assim construídos levam em conta a imaterialidade do tempo levando o visitante à escolha, à surpresa e à reflexão.

Projetar um pavilhão é uma oportunidade de reflexão. Trata-se de construir um edifício com a difícil tarefa de explicar a riqueza da cultura nacional dentro da temática proposta.

O desenho proposto para o Pavilhão do Brasil na Expo Milão 2015 explora a ideia de hospitalidade brasileira. O povo brasileiro é reconhecido internacionalmente pela sua receptividade às demais culturas.

A praça coberta representa esse espaço multifuncional onde podem ocorrer diversas atividades. Funciona como a varanda da casa brasileira, lugar de festa, descanso, de sombra, de desfrutar da brisa e de encontrar amigos. O pavilhão deve ser aberto, convidativo, propício à coletividade.

Os espaços internos se conectam com o exterior quando necessário, gerando áreas de descompressão e contemplação cuja função principal é promover a reflexão e permitir o descanso dos usuários. A conexão com áreas externas qualifica os ambientes internos na medida em que explora as visuais e a oposição entre luz natural e artificial.

Nas áreas externas, particularmente nos terraços ajardinados, são propostos espaços sensoriais onde os cheiros e sabores brasileiros se complementam com som e música. Nesses terraços, a cultura brasileira transcende o edifício em si e se mescla aos espaços abertos.

 

Autores

Dario Corrêa Durce
Emerson Vidigal
Eron Costin
Fabio Henrique Faria
João Gabriel Moura Rosa Cordeiro
Moacir Zancopé Jr.

 

Projeto expográfico

Karina Muniz Viana

 

Consultores

Rui Furtado (Fundações e Estruturas)
Paulo Silva (Instalações Hidráulicas)
Marco Carvalho (Instalações Mecânicas)
Raul Serafim (Instalações Elétricas e Telecomunicações)
Maria da Luz Santiago (Segurança)
Nucleora (Cozinha Industrial)
Filipe Arteiro (Fundações e Estruturas)

 

Colaboradores

Felipe Santos
Marcelo Miotto
Martin Goic

Translate »
Translate